Valter Carretas Advocacia

Arquivo

Secretário da Saúde do estado do Paraná recebe entidades para discutir demandas do setor farmacêutico

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, recebeu nesta segunda-feira (18/03) membros de entidades representativas do ramo farmacêutico no Paraná. A reunião foi um pedido das instituições que buscam apoio do Estado frente a diversas reivindicações do setor.

A maior parte das demandas está no âmbito da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regula o comércio de medicamentos. Segundo Edenir Zandoná Júnior, do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos – PR, as concessões e renovações da autorização de funcionamento de farmácias, expedidas pelo órgão, estão demorando muito tempo por conta do excesso de burocracia.

Além da demora, as entidades reclamam ainda do valor da taxa cobrada pela Anvisa para a liberação deste documento. De acordo com Cleunice Fidalski, da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais – PR, o mesmo vale para a “autorização especial”, documento necessário para a dispensação de medicamentos controlados.

Outro problema levantado é quanto ao Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SGNPC) que constantemente está fora do ar. O receio das instituições é que o problema se agrave com a nova determinação da Anvisa que obriga o cadastro de venda dos antimicrobianos.

Para Caputo Neto, essas reivindicações devem ser levadas para discussão nacional, visto que as demandas são compartilhadas por farmácias de outros estados. “São temas muito pertinentes e que merecem de uma discussão mais aprofundada. Vamos propor essas pautas já na próxima reunião tripartite que reúne os três entes federados”, afirmou. O secretário disse ainda que é preciso que as entidades se articulem nacionalmente para também participar dessa discussão.

Também participaram da reunião representantes do Conselho Regional de Farmácia, Associação dos Farmacêuticos de Curitiba e Região Metropolitana, Sindicato dos Farmacêuticos do Paraná e Vigilância Sanitária estadual.

Fonte: SESA-PR

Tagged , , , , ,

Compartilhe

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


*

TAGS